Com o apoio do Consórcio das Escolas de Engenharia (CEE), a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC) acaba de lançar um Prémio com o objetivo de distinguir as melhores dissertações de mestrado nas áreas de tecnologias de informação, telecomunicações e media de alunos das escolas que integram o CEE. Pretende-se, assim, reforçar o apoio à formação superior de recursos humanos qualificados para o setor das TIC e Media, bem como dar relevância acrescida à investigação e à inovação nestas áreas de intervenção.

“É clara e crescente a falta de talento qualificado nas áreas das tecnologias de informação e nas telecomunicações. E os media são um pilar e um garante da nossa democracia e liberdade de expressão. Tendo em conta os desafios que o país enfrenta, agora multiplicados pela grave crise económica e social provocada pela pandemia da COVID-19, temos de garantir que temos recursos humanos que nos ajudem a construir um futuro sustentado. Evidenciar o que de melhor temos nas nossas universidades poderá representar um forte incentivo a que mais jovens optem por estas áreas de formação”, afirma Rogério Carapuça, Presidente da APDC.

Por seu lado João Falcão e Cunha, coordenador do Consórcio de Escolas de Engenharia, realça que “A nossa educação superior em engenharia, tecnologias de informação e telecomunicações é de qualidade comparável à das melhores escolas do mundo, não se limitando à aquisição de conhecimento e experiências em tecnologias e métodos. Os nossos estudantes adquirem frequentemente competências de trabalho em grupo, de gestão e liderança de projetos e de pessoas, envolvendo atividades de investigação e inovação”.

Até dia 12 de abril, podem candidatar-se os estudantes de mestrado que concluíram e defenderam a sua dissertação em 2019/2020. Em causa um prémio no valor de 1500 euros.

Mais informações sobre as condições de participação aqui.